....
....

03/05/2021

Igreja de João Pessoa é interditada por realizar culto com aglomeração e descumprir protocolos; fiscais foram ameaçados


A Igreja Assembleia de Deus – Brás, localizada no bairro do Bessa, em João Pessoa, foi interditada por uma ação conjunta das Vigilâncias Sanitárias de João Pessoa e de Cabedelo na noite deste domingo (01). Os fiscais interditaram a igreja após receberem denúncias de aglomerações e terem ido ao local, constatando as irregularidades.

 

“Recebemos a denuncia, nossa equipe se dirigiu ao local e verificou que a denúncia era procedente. A igreja estava lotada. Além de não haver distanciamento algum entre as cadeiras, ainda tinha uma quantidade muito grande de gente em pé, na parte de trás da igreja, e muita gente sem mascara”, afirmou a diretora da Vigilância Sanitária de João Pessoa, Alline Grisi.



 

A diretora disse que os fiscais chegaram a ser intimidados e ameaçados por pastores e outros membros da igreja, além de fieis, que queriam manter o culto, mesmo diante das irregularidades constatadas e dos perigos para eles próprios. “Uma total irresponsabilidade. Nossa equipe ainda foi ameaçada por alguns pastores”, confirmou ela.

 

A regra estabelecida em decreto estadual determina que as igrejas, sejam elas protestantes, católicas ou de qualquer outra denominação ou segmento religioso, funcionem mantendo o distanciamento social, com os fieis usando máscaras de proteção e com a ocupação de 30% do espaço disponível, para casos de locais fechados; e de 50%, em caso de locais abertos.

 

Alline Grisi confirmou que a interdição da igreja valerá por 14 dias e, em caso de reincidência, será interditada mais uma vez. Até a tarde desta segunda-feira (03) o Pastor Samuel Mariano, responsável pela Igreja Assembleia de Deus – Brás, não havia se pronunciado sobre o ocorrido.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas