....
....

12/06/2021

Mulher é morta a tiros por homem que estava em bicicleta; ela estava no carro com o namorado, que ficou ferido


Uma mulher de 32 anos morreu após ser atingida por tiros de arma de fogo dentro do carro em que estava com o namorado em Itajaí, no Vale, na quarta-feira (9). O Instituto Geral de Perícias (IGP) identificou a vítima como Denise de Paula Camargo.

 

O namorado da vítima foi ferido no braço e está estável, segundo a PM. O corpo de Denise foi cremado nesta quinta-feira (10) em Itajaí, onde morava.



Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Segundo a Polícia Militar, o casal tinha acabado de entrar no carro para ir trabalhar quando foi alvejado. Nenhum suspeito foi preso até esta quinta-feira (10) e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Em depoimento aos policias, uma testemunha afirmou ter visto dois homens de bicicleta se aproximarem do veículo. Eles efetuarem os disparos e fugiram. De acordo com a PM, nenhum item foi roubado.

 

O delegado responsável pelo caso, Sérgio de Sousa, não deu detalhes sobre as investigações e nem quantos tiros foram disparados.

 

Segundo a polícia, o crime ocorreu por volta das 7h30 no bairro Fazenda. Após ouvir os disparos, o tio do companheiro da vítima socorreu o casal e os levou para o Hospital Marieta Konder Bornhausen. Denise não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

 

Denise era natural do Rio Grande do Sul e formada em marketing. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte da vítima.

 

"A tristeza nos toma conta. Impossível de crer no que aconteceu. Deus conforte a todos e ilumine o caminho", lamentou uma amiga da família – G1.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas