....
....

25/08/2021

VEJA VÍDEO: Vice-presidente do Senado, Veneziano recebe presidente de Guiné Bissau e fala de parcerias e colaboração mútua


O presidente de Guiné Bissau, Umaro Sissoco Embaló, foi recebido na Presidência do Senado Federal, nesta terça-feira (24), pelo vice-presidente da Casa, senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB), representando o presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

 

O chefe de Estado está em visita oficial ao Brasil. Antes de cumprir agenda no Senado Federal, Embaló foi recebido pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. O encontro teve status de visita de Estado, o mais alto oferecido pelo Itamaraty.



Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

 

Segundo a pasta, o Brasil abriu embaixada na Guiné-Bissau, em 1974, ano em que foi reconhecida a independência da ex-colônia portuguesa.

 

De acordo com reportagem da Agência Senado de Notícias, o atual presidente é militar, foi Primeiro-Ministro de seu país e é graduado em Relações Internacionais. Foi eleito em dezembro de 2019 e tomou posse em 2020.



Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

 

“São momentos ricos, protocolarmente falando, solenemente falando, mas que, e é isso o que o Senado deseja e é isso o que trago aqui na representação, como vice-presidente, a falar pelo presidente Rodrigo Pacheco: parcerias, estreitando (os laços entre os dois países) e, acima de tudo, poder colaborar com o povo e com a nação de Guiné Bissau”, afirmou o vice-presidente do Senado, Veneziano Vital.

 

Veja reportagem da TV Senado, CLIQUE AQUI

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas