....
....

31/05/2022

Diretores da Polícia Rodoviária Federal são demitidos uma semana após morte de Genivaldo em abordagem desastrosa


O diretor-executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Jean Coelho, segundo na corporação, e o diretor de inteligência, Allan da Mota Rebello, foram demitidos nesta terça-feira (31/5). As exonerações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

 

As dispensas ocorrem uma semana após a morte de Genilvado de Jesus Santos, 38 anos, em uma abordagem policial da PRF em Umbaúba, no litoral sul de Sergipe. Policiais rodoviários federais prenderam Genilvado no porta-malas de uma viatura e colocaram spray de pimenta e gás lacrimogênio com ele. De acordo com laudo do Instituto Médico Legal (IML), o homem morreu por asfixia e insuficiência respiratória.



Foto: Reprodução/Vídeo

 

As portarias não falam o motivo das demissões e foram assinadas pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

 

De acordo com a PRF, foi aberto um procedimento disciplinar para apurar a conduta dos policiais envolvidos na abordagem. Os policiais também foram afastados.

 

O ministro da Justiça, Anderson Torres, disse que determinou a abertura de investigação pela Polícia Federal e pela Polícia Rodoviária Federal para esclarecer o episódio.

 

Nesta segunda-feira (30/5), o presidente Jair Bolsonaro (PL) saiu em defesa da PRF e disse que  quer justiça 'sem exageros' no caso da morte de Genilvado. "A justiça vai existir nesse caso e, com toda certeza, será feita a justiça né... Todos nós queremos isso aí. Sem exageros e sem pressão por parte da mídia, que sempre tem um lado: o lado da bandidagem. Como lamentavelmente grande parte de vocês se comportam, sempre tomam as dores do outro lado. Lamentamos o ocorrido e vamos com seriedade fazer o devido processo legal para não cometermos injustiça e fazermos, de fato, justiça...", disse – Correio Braziliense.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas