....
....

13/11/2018

Ex-prefeito de Baraúna foi morto pelo pai, por engano, após tentar arrombar a casa onde o pai estava para socorrê-lo


O ex-prefeito da cidade de Baraúna, no Curimataú paraibano, Alyson Azevedo, de 37 anos, foi morto pelo próprio pai na noite desta segunda (12). Segundo os primeiros levantamentos da polícia, Alyson foi morto com um tiro no peito, disparado pelo próprio pai, por engano.

 

A polícia apurou que Alyson foi chamado por vizinhos porque uma fumaça estava saindo da casa do pai dele, Adilson Azevedo, e os vizinhos tentaram acordá-lo, mas não conseguiram. A fumaça era proveniente de uma panela que estava no fogo e que, provavelmente, foi deixada pelo pai para esquentar comida. O pai, acredita a polícia, adormeceu e esqueceu de desligar a chama do fogão.

 

Imaginando ser um princípio de incêndio, os vizinhos foram ? residência de Alyson, que imediatamente correu até a casa do pai. Alyson também não conseguiu acordar o pai e tentou forçar a porta. Neste momento, o pai atirou de dentro da casa, conta o filho, imaginando ser um assaltante tentando arrombar a porta.

 

Atingido no peito, Alyson foi socorrido para o Hospital de Picuí, mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito. A morte de Alyson Azevedo comoveu não apenas os moradores de Baraúna, mas de toda a Paraíba.

 

















Carlos Magno