....
....

26/12/2018

Presidente da Fiep critica proposta do Governo Bolsonaro de cortar verbas para Sesc, Senac, Senai e Sesi


O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba – FIEP, Francisco de Assis Benevides Gadelha (Buega Gadelha) criticou a proposta do futuro Ministro da Economia do Governo Bolsonaro, Paulo Guedes, de cortar verbas para o chamado Sistema S, que compreende órgãos como Sesc, Senac, Senai e Sesi.

 

Buega disse que não acredita que o Governo Bolsonaro vá, realmente, cortar verbas destinadas a um setor tão importante, que gera emprego e forma jovens para o mercado de trabalho.



 

“Nós não acreditamos que isso venha a se consolidar porque, quando o ministro fizer uma análise mais apurada, já no comando mesmo dos destinos do país, ele vai ver que não é bem assim. O Sistema S tem 740 mil funcionários. Só no nosso Sesi/Senai são quase 4 milhões de alunos. Então, desmanchar tudo isso?”, questionou o presidente da Fiep.

 

Buega também destacou a importância do Sistema S e disse que não vê outra alternativa para investimento dos recursos que, atualmente, são destinados à formação proporcionada pelos órgãos do Sistema S. “Vão colocar o dinheiro onde? Tem algo mais importante que a nossa formação de mão de obra e nossa educação? A educação é o que há de mais importante no nosso País!”, disse Buega.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas