....
....

30/12/2018

Ricardo entrega nova Central de Polícia de Cajazeiras e destaca avanços na Segurança Pública


O governador Ricardo Coutinho entregou, na sexta-feira (28), a Central de Polícia de Cajazeiras, no Sertão paraibano, resultado de uma parceria entre o Governo do Estado e a Faculdade Santa Maria, beneficiando mais de 58 mil habitantes. A estrutura conta com nove gabinetes, cartórios, gabinetes masculino e feminino, sala para atendimento psicossocial, copa, banheiro, entre outros recintos. Além de ser sede da Delegacia Seccional, a estrutura também abriga a 2ª Delegacia Distrital, Delegacia da Mulher e Grupo Tático Especial (GTE).

 

Na solenidade de inauguração, Ricardo Coutinho destacou os avanços na Segurança Pública, como a redução no índice de homicídios. "Somos o único Estado do Brasil em que durante sete anos o número de homicídios só fez cair. Se isso fosse fácil, todos teriam conseguido", disse, lembrando que o número de homicídios caiu de 44 por cem mil habitantes para 30. "Esse resultado foi fruto de inteligência, de investimentos, de uma política de Segurança Pública chamada A Paraíba Unida Pela Paz", acrescentou Ricardo Coutinho.



 

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Cláudio Lima, também destacou a redução da violência do Estado durante a solenidade de inauguração da nova Central de Polícia de Cajazeiras. "O Estado conseguiu avançar em todos os índices de Segurança. Em 2011, tínhamos uma taxa de 44 homicídios por grupo de 100 mil e vamos terminar 2018 na faixa dos 30. Ainda é muito, mas já reduzimos bastante”, comentou.

 

Clivaneide Caldas, representante da Faculdade Santa Maria, externou satisfação com a parceria firmada com o Estado. "A faculdade só tem a agradecer ao governador Ricardo Coutinho a oportunidade pela parceria, que poderá ser expandida para estágios supervisionados com os nossos alunos, por exemplo", disse.



 

Já o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Gervásio Maia, ressaltou os avanços na estrutura da Segurança Pública ao longo dos últimos oito anos. "Antes faltava até combustível para a polícia realizar o trabalho dela. O governador Ricardo Coutinho investiu em tecnologia, com a aquisição do sistema de rádio digital, impedindo que bandidos saibam das ações da polícia", afirmou.

 

Participaram ainda da solenidade o deputado estadual Jeová Campos, o prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes, o deputado diplomado Júnior Araújo e auxiliares do Governo do Estado.



 

Estrutura

 

Distante 468 km de João Pessoa, Cajazeiras é o oitavo município mais populoso do estado e a nova Central de Polícia chega para fortalecer o trabalho de enfrentamento ao crime. O prédio tem 553,27 m² e foi erguido em uma área de 2.642,00 m², resultando em um espaço moderno e amplo, para oferecer conforto às pessoas que procuram atendimento da polícia judiciária. Além da construção, realizada por meio de parceria com a Faculdade Santa Maria, foram investidos pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social quase R$ 53 mil na compra de móveis. Também foram instalados computadores novos em todas as delegacias e gabinetes.

 

Atendimento

 

De acordo com o delegado seccional, Glauber Fontes, toda estrutura agora está à disposição da população. “Vinte dois servidores vão trabalhar no local, entre delegados, agentes de investigação, escrivães, agentes operacionais e servidores administrativos. As delegacias vão funcionar das 8h às 18h e a partir deste horário as ocorrências serão registradas na Central de Flagrantes, que também fica no complexo, seguindo o que acontece em todo o Estado”, frisou – Secom-PB.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas