....
....

27/03/2019

Sobrevivente da tragédia da Chapecoense, jornalista Rafael Henzel morre de infarto, aos 45 anos


Morreu na noite desta terça-feira, aos 45 anos, o jornalista Rafael Henzel. Ele foi vítima de um infarto após passar mal enquanto jogava uma partida de futebol.

 

A informação foi confirmada pela rádio Oeste Capital, de Chapecó, onde Henzel trabalhava, e havia apresentado um programa nesta terça-feira normalmente. Ele estava escalado para narrar a partida entre Chapecoense e Criciúma, pela Copa do Brasil. O clube catarinense já pediu à CBF o adiamento da partida.



 

Ele era um dos seis sobreviventes do acidente aéreo em novembro de 2016 que causou a morte de 71 pessoas, entre jogadores e comissão técnica da Chapecoense, e jornalistas que iriam trabalhar na final da Copa Sul-Americana daquele ano. Na ocasião, Henzel teve sete costelas quebradas e uma lesão no pé direito. Ficou 20 dias internado, dez deles  na UTI. Após receber alta, voltou a narrar uma partida em menos de dois meses.

 

Além dele, sobreviveram os atletas Neto, Alan Ruschel e Jackson Folmann, a comissária de bordo Ximena Suarez e o mecânico Erwin Tumiri.

 

Em nota, a Chapecoense afirmou que Henzel se tornou um símbolo da reconstrução do clube e que sempre lembrará do exemplo de superação do jornalista.

 

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, decretou luto oficial de três dias na cidade.

 

Em 2017, o jornalista lançou o livro “Viva Como se Estivesse de Partida” e também passou a ministrar palestras motivacionais. Rafael Henzel deixa mulher e um filho – Veja.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas