PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




24/06/2013

Artesãos de Campina Grande denunciam descaso da Prefeitura com a Vila do Artesão e anunciam prejuízos neste São João


Um manifesto publicado originalmente no Facebook está circulando na Internet, em nome dos artesãos estabelecidos na Vila do Artesão, em Campina Grande, lamentando a falta de apoio e incentivo ao local, no período do São João deste ano. De acordo com os artesãos, a falta de atenção da Prefeitura de Campina Grande com a Vila vai provocar prejuízos aos proprietários de chalés estabelecidos no local.

 

Eles alegam que investiram na aquisição de matéria prima para a confecção de peças, acreditando no grande movimento de turistas no local. Porém, a Prefeitura de Campina Grande e o Governo do Estado direcionaram toda a mídia e apoio ao Salão do Artesanato, evento promovido pelo Governo do Estado com o apoio da PMCG, esquecendo os artesãos campinenses estabelecidos na Vila.

 

 
Eles alegam que a queda nas vendas do São João deste ano, em relação ao São João do ano passado, é de cerca de 80%. Há casos de comerciantes que chegaram a faturar até R$ 18 mil no ano passado e que, este ano, tem uma expectativa de faturar apenas R$ 2 mil, tendo, ainda, de amargar um prejuízo estimado em R$ 1,500 de mercadorias adquiridas.

 

Segundo o manifesto, na véspera de São João, dia de maior movimento do mês de junho, o que se viu foi muito lixo espalhado pela Vila (eles publicaram até fotos). O descaso também foi denunciado pelo jornalista Emanoel Dantas, que visitou a Vila com a família, na véspera de São João, e escreveu o seguinte artigo sobre o assunto:
 

 

O Descaso com a Nossa Vila do Artesão

 

Inaugurada pela gestão passada e considerada pelos artesãos de Campina Grande como a redenção da categoria, a Vila do Artesão vive maus momentos. Trata-se que a tão propagada explosão de vendas prometidas pela atual gestão municipal, que tem como slogan a inovação, não chegou e os artesãos já preveem enormes prejuízos no São João 2013.

 

Como cada campinense pode ir averiguar pessoalmente, indo nos dias de visitação da Vila e perguntando aos seus membros, a movimentação na edição deste ano caiu mais de 80%, se comparado á edição 2012. Ao visitar neste domingo, véspera de São João, a Vila do Artesão e escutando voluntariamente os artesãos e comerciantes da praça de alimentação, muitos atestaram a decadência deste ano, onde em certos casos compararam o lucro que obtiveram este ano ao do ano da inauguração do local.

 

Um comerciante da praça de alimentação chegou a relatar que no ano da abertura chegou a faturar até a véspera do São João mais de R$ 18 mil e que neste ano até a mesma data o arrecadado foi de tão somente R$ 2 mil, ficando no prejuízo de R$ 1,5 mil de mercadorias compradas e não comercializadas.

 

Perguntando quais seriam os motivos os comerciantes alegaram, falta de divulgação, proibição da venda de milho assado e espetinhos produzidos no local e demais tira-gostos comuns da culinária nordestina, lixo acumulado nas entradas da Vila, a falta de comando do presidente atual da Agência Municipal de Desenvolvimento para com a gerência local da Vila e a falta de trios de forró permanentes, principalmente em datas como as vésperas de São João.

 

Outro dado que tem preocupado os artesãos e demais comerciantes da praça de alimentação é o que se refere aos empréstimos de R$ 3 a 5 mil que fizeram junto a PMCG, com a expectativa do sucesso do evento. Como os mesmos (artesãos e comerciantes da praça de alimentação) atestam o fracasso de vendas a qualquer um que visite a localidade é de se pensar como quitarão as dívidas junto à prefeitura. Será que aparecerá algum vereador inspirado no perdão das dívidas dos pequenos agricultores, recentemente aprovado no Congresso, para tomar a mesma medida junto aos grandes produtores da nossa cultura?

 

Vila - A Vila do Artesão abriga cerca de 300 artesãos, gerava até 2012 cerca de 1.700 empregos na cidade. A Vila tem 77 lojas, espaço destinado a dança, apresentações folclóricas e exposições, praça de alimentação, auditório. Ou seja, um espaço cultural que será uma referência para os moradores e para os turistas que visitam Campina Grande, principalmente no Maior São João do Mundo.

 

Do Blog Carlos Magno, com texto de Emanoel Dantas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno