....
....

15/05/2019

“Começa Assim...”


Essa foi a frase mais ouvida nesta quarta-feira (15) aqui em Brasília, referindo-se ao dia de manifestações contra os cortes de verbas para a Educação, que atingiram em cheio as universidades públicas, institutos federais de educação, pesquisa científica (sobretudo bolsas de mestrado e doutorado) e até mesmo a educação básica.

 

Foi, até o momento, a maior manifestação popular contra a gestão do presidente Bolsonaro. E isso no quinto mês de um governo que foi eleito com grande apoio popular, por pessoas ávidas por moralidade e mais desenvolvimento para este país tão sofrido.

 

A ‘voz rouca das ruas’ ecoou no Congresso Nacional, onde deputados e senadores se revezaram em declarações e discursos eivados de críticas ao governo. Tudo sob os olhares silenciosos dos governistas, que preferiram o silêncio, a defender o presidente, como sempre vinha ocorrendo.

 

Ahhh... quase ia esquecendo... é bom lembrar que o silêncio não foi total. Na ausência de quem falasse em favor do governo e contra as manifestações, o próprio presidente teve que se pronunciar, para não deixar os manifestantes sem resposta. Bem ao seu estilo, sem se preocupar com a repercussão, ele simplesmente chamou os manifestantes de “idiotas úteis”.

 

Eu já vi esse filme. E o enredo... “começa assim...”