....
....

11/06/2019

Câmara de Campina Grande aprova Cidadania Campinense para o Bispo Diocesano Dom Dulcênio Fontes de Matos


A Câmara Municipal de Campina Grande aprovou projeto de lei de autoria do vereador Márcio Melo Rodrigues, que concede cidadania campinense ao Bispo Dom Dulcênio Fontes de Matos. Márcio Melo ressaltou que Dom Dulcênio é uma figura de extrema importância para Campina Grande, e vem exercendo papel fundamental junto ao Município e região.

 

Dom Dulcênio nasceu no dia 19 de outubro de 1958, na cidade de Lagarto, em Sergipe, e ingressou no seminário no ano de 1979, estudando Filosofia em Brasília e Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Em 1985 foi ordenado sacerdote, exercendo seu ministério nas paróquias de sua diocese de origem, Estância, Sergipe.



 

Em 18 de abril de 2001, depois de 15 anos de ministério sacerdotal, o Papa João Paulo II, o nomeou Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Aracaju. Na época, era o bispo mais jovem do episcopado brasileiro. Foi sagrado bispo aos 16 de junho de 2001 em Estância. Dom Dulcênio escolheu, para a vida episcopal, o lema ‘Pro Mundi Vita’ (Para a Vida do Mundo).

 

Depois de cinco anos de pastoreio em Aracaju, no dia 05 de julho de 2006, o Papa Bento XVI nomeou Dom Dulcênio como Bispo Diocesano de Palmeira dos Índios. No dia 09 de setembro do mesmo ano aconteceu sua posse tornando-se o quarto Bispo de Palmeira dos Índios.

 

Após cinco meses de vacância, a diocese de Campina Grande recebeu a nomeação no aniversário da cidade. Fontes é nomeado bispo da Diocese de Campina Grande. Ele foi anunciado oficialmente na manhã de quarta-feira (11) de outubro de 2017 pelo portal do Vaticano Romano.

 

O bispo vem transferido da diocese de Palmeira dos Índios, em Alagoas. Ele passou 11 anos naquela região. Dulcênio Fontes será o 8º bispo de Campina Grande. Com a posse de Dom Manoel Delson para no cargo de arcebispo da Paraíba, Campina Grande ficou sem bispo durante cinco meses – Assessoria.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas