....
....

11/07/2019

Polícias da Paraíba e do Rio Grande do Norte prendem acusado de aplicar golpes de mais de R$ 2 milhões em João Pessoa


Em uma ação conjunta, policiais civis da Paraíba e do Rio Grande do Norte prenderam, na madrugada desta quarta-feira (10), um homem suspeito de aplicar golpes em João Pessoa que superam a quantia de R$ 2 milhões.  Anselmo Augusto Moreira de Morais Júnior, de 37 anos, foi localizado e preso na cidade de Nova Cruz (RN).

 

Segundo o delegado de Defraudações e Falsificações  de João Pessoa, Carlos Othon, o preso vinha sendo investigado por fraudes envolvendo saques que  chegam  a R$ 2 milhões. Os golpes foram aplicados na venda de veículos. "As nossas investigações revelaram que esse  homem efetuou golpes que ultrapassaram mais de R$ 2 milhões, em fraudes de compra e venda de veículos e imóveis, além de transações fraudulentas através de cheques sem provisão de fundos, em João Pessoa", afirmou o delegado.



 

O preso foi localizado no Rio Grande do Norte, mas já foi trazido para a Paraíba e se encontra recolhido na carceragem da Central de Polícia de João Pessoa. A localização e a prisão foram feitas por meio de um trabalho integrado entre a DDF de João Pessoa e a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Nova Cruz, no Estado potiguar.

 

Ainda de acordo com Carlos Othon, a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa, da Polícia Civil da Paraíba, já havia instaurado mais de 14 inquéritos contra Anselmo Augusto e seus comparsas. "Anselmo e seus comparsas são investigados por golpes, falsificações de documentos e prática reiterada de estelionato", afirmou o delegado  - Secom-PB

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas