....
....

16/07/2019

Após liberar emendas, Bolsonaro também liberou nomeações de cargos para concluir aprovação da reforma da Previdência


Após abrir o cofre para a liberação das emendas parlamentares, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) começou a efetivar indicados dos congressistas em cargos federais no esforço para concluir a votação da reforma da Previdência na Câmara.

 

O texto-base da medida passou na quarta-feira da semana passada (10) por ampla margem — 379 deputados a favor, 71 a mais do que o mínimo necessário —, mas as negociações voltaram a emperrar na discussão das propostas de alterações de pontos específicos do texto (os chamados “destaques), que começou no fim da tarde da última quinta-feira (11).



 

A troca de benesses da máquina pública por apoio no Congresso é uma prática que perpassa todos os governos, mas Jair Bolsonaro havia se comprometido na campanha com o fim desse padrão.

 

Só de verbas para as emendas parlamentares — que destinam dinheiro para obras e investimentos nos redutos eleitorais dos congressistas —, o governo prometeu uma soma de mais de R$ 5 bilhões para as já previstas e para um lote extra.

 

Veja a matéria completa, CLIQUE AQUI.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas