....
....

26/10/2019

Instagram decide acabar com os filtros polêmicos do aplicativo e muda regras de inclusão para novos filtros


Os filtros do Instagram são algumas das funções mais legais do aplicativo. De repente, você pode ter orelhas de cachorro, quatro olhos, um rosto místico, ser um gato robô, ou, em questão de segundos, aplicar sua maquiagem favorita de “Euphoria”, série da HBO. É divertido, é fácil, e já faz parte do dia a dia dos usuários que, inclusive, são os responsáveis pela criação dos filtros.

 

No entanto, nem tudo são flores: filtros que possuem “efeitos de cirurgia plástica”, como aqueles que aumentam a boca ou deixam o nariz mais fino, serão banidos do aplicativo para o bem.



 

Em um comunicado publicado no Facebook, a Spark AR Studio, empresa responsável por aprovar os filtros criados pelos usuários, disse que vai mudar as regras e, além de não mais dar sinal verde, deve remover todos os efeitos associados com operações cosméticas.

 

“Nós queremos que os efeitos da Spark AR tragam uma boa experiência e, por isso, estamos reavaliando nossas políticas para que estejam mais alinhadas com o bem-estar dos usuários”, dizia o post. Não, isso não quer dizer que você não poderá mais ter orelhas de duende, ou emular os olhos pretos da Billie Eilish na capa do álbum dela.

 

Mas, por exemplo, filtros faciais como o “Plastica”, que levantava as sobrancelhas e aumentava os lábios, serão banidos. O mesmo vale para o “Fix Me”, que imitava aquelas marcas feitas de caneta na pré-cirurgia e, inclusive, já foi deletado.

 

De acordo com a empresa, as mudanças devem rolar já nos próximos dias. E, com elas, todo mundo só tem a ganhar, já que é sabido e, inclusive, já foram feitas pesquisas que comprovam como, por causa das redes sociais, o interesse em cirurgias plásticas aumentou substancialmente.

 

Menos “perfeição” e mais realidade deve ser a pegada do “novo” Instagram – MSN Notícias.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas