....
....

29/11/2019

Prisões por tráfico de drogas em Campina Grande tem crescimento de 10% este ano, em relação a 2018


A Polícia Civil intensificou o combate ao tráfico de drogas na região de Campina Grande. O número de prisões de suspeitos ligados a esse tipo de crime cresceu 10,5% este ano em relação a 2018, conforme apontam os dados da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande (DRE/CG), unidade policial especializada no combate a esse tipo de delito na região.

 

De janeiro a novembro deste ano, a DRE/CG prendeu 84 pessoas. As prisões, que ocorreram após intensas investigações, tiveram como alvos suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas, associação para o tráfico, mas que também praticaram outros crimes graves como assaltos, porte ilegal de arma de fogo e homicídios.



 

A quantidade de prisões realizadas nos 11 meses de 2019 é 10,5% maior em relação ao total de registros de todo ano de 2018, quando foram efetuadas 76 prisões.  O delegado Ramirez São Pedro, da DRE/CG, explica que trabalhos foram desenvolvidos com apoio do Unintelpol, responsável pelo Serviço de Inteligência da Polícia Civil.

 

O policial ainda destaca que os números são resultado da união também de outros  fatores. “O primeiro deles é ter uma equipe extremamente dedicada e capacitada para esse tipo de trabalho que realizamos. O segundo ponto é contar com ajuda e apoio da população que sempre nos fornece informações importantes por meio do Disque 197 e ter a colaboração de outros órgãos”, observou.

 

Ainda de acordo com o delegado, a parceria entre a Polícia Civil, Justiça e Ministério Público também é responsável pelo bom desempenho das investigações. “Recebemos um grande apoio do Poder Judiciário, principalmente da Vara de Entorpecentes de Campina Grande. Além disso, a delegacia possui um bom relacionamento com outras instituições igualmente importantes, como a Ordem dos Advogados do Brasil, Polícias Federal e Militar e poderes municipais e estaduais”, destacou – Secom-PB.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas