....
....

29/03/2020

Com proximidade do “pico” do coronavírus, médicos reforçam alerta para que as pessoas fiquem em casa: “não temos leitos para todos”


O médico intensivista, Felipe Saddy, afirmou neste domingo (29) que o Brasil não tem leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) para toda a população e que o objetivo do isolamento social é não sobrecarregar os hospitais.

 

"Os leitos de terapia intensiva são finitos. Nós não temos leitos para todos. Então, a ideia do isolamento é manter as pessoas longe dos hospitais", afirmou.




Segundo ele, apesar de haver os grupos de riscos, não é possível saber com precisão quais pessoas vão evoluir melhor ou pior em relação à doença. "O idoso, normalmente, evolui pior. O obeso evolui pior. O hipertenso evolui pior. Aqueles pacientes que têm outras comorbidades evoluem pior", disse Saddy.

 

"Mas que eu gostaria de dar alguns exemplos para vocês. Eu tenho pacientes hoje internados na UTI com idades que variam de 39 anos a 91 anos. Ou seja, todo mundo. Não é brincadeira. Essa doença é imprevisível. É agressiva. Todos nós temos alguém perto de nós que ficaram ou estão doentes", complementou o médico – Bem Estar.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas