....
....

25/04/2020

Você sabia que uma esponja de cozinha contém, em média, 45 bilhões de bactérias por centímetro quadrado?


Devido à pandemia de Covid-19, lavar a louça adequadamente é mais importante do que nunca. Isto porque estamos fazendo o possível para nos manter saudáveis, e isso passa pelas medidas de higiene. Então, vem a pergunta: devemos lavar a louça manualmente ou usar a máquina?

 

Segundo matéria publicada na Reader's Digest, o diretor do serviço de limpeza doméstica da Neat Services, Sean Parry, explica que as máquinas de lavar são a maneira mais eficiente de manter a louça limpa. "A principal diferença é a temperatura da água", diz.



 

No fundo, a temperatura da nossa torneira “não chega nem perto do calor necessário para tornar a louça verdadeiramente livre de bactérias", completa. 

 

A questão da esponja de cozinha

 

Outra razão pela qual a máquina de lavar louça é mais higiênica está relacionada com a questão da esponja da cozinha. A esponja de cozinha é, na verdade, um dos itens mais sujos da sua casa.

 

Uma esponja de cozinha contém, em média, 45 bilhões de bactérias por centímetro quadrado, de acordo com um estudo de 2017 publicado no Scientific Reports – MSN Notícias.

 

Por isso, cuidar da higiene da pia e da esponja é essencial para garantir a saúde da casa. Confira cinco dicas do biomédico e microbiologista Roberto Figueiredo, o Dr. Bactéria:

 

1. Sempre seca

Após lavar a louça, enxágue bem a esponja em água corrente até parar de sair espuma. Torça bem e guarde em local seco, de forma que escorra os restos de água. Nunca a deixe sobre o sabão, em recipientes que não permitem o escoamento da água ou embaixo da pia. A dica é deixá-la secar completamente sobre o escorredor de louças.

 

2. Cuidado com sabão

Nunca utilize sabão líquido ou em pedra na esponja. A dica é utilizar exclusivamente detergente. Outros produtos não apresentam características antibactericidas e podem permitir a entrada de germes na bucha.

 

3. Fique atento às novidades

O mercado já disponibiliza esponjas com tecnologia que não permitem a proliferação de bactérias. Esta inovação foi lançada pela marca EsfreBom, cuja esponja possui íons de prata em sua composição, que garantem a eliminação de 99,9% das bactérias presentes na esponja até o fim do uso.

 

4. Somente uma semana

Independente da marca ou tecnologia, a vida útil da esponja doméstica é de uma semana. Portanto, após este período ela deve ser descartada. Nunca reutilize a esponja, por exemplo, separando-a para a limpeza de um outro ambiente, como para a área de serviço ou banheiro.

 

5. Desinfetar diariamente

É indicado desinfetar as esponjas tradicionais uma vez ao dia. O Dr. Bactéria explica três meios eficazes para fazer isto:

Método 1. Lave a esponja, embrulhe em um papel toalha, coloque em um pires e leve ao microondas por cerca de um a dois minutos.

Método 2. Lave a esponja e a deixe submersa em um recipiente com água fervendo por três minutos.

Método 3. Deixe a esponja por 10 minutos em um recipiente com solução de duas colheres de sopa de água sanitária com 1 litro de água - Revista Casa e Jardim.

  

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas