....
....

07/12/2020

Suspeito de matar namorada e tentar forjar acidente é preso no velório da vítima, enquanto assinava documentos do óbito


O homem suspeito de matar a companheira e tentar forjar uma morte decorrente de queda acidental foi preso em flagrante enquanto assinava os documentos de óbito da vítima em um velório de Jundiaí (SP), no domingo (6).

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, Rogério Botelho, de 23 anos, disse à polícia que a vítima teria sido encontrada no banheiro da casa deles já morta. Ele contou que acordou por volta das 4h30 e viu que saía água por baixo da porta e pela escada.



 

Ao tentar abrir, percebeu que a porta estava trancada e que Juliana Ferraz do Nascimento, também de 23 anos, não respondia. Então, o homem disse que ligou para o irmão da jovem, que foi até a casa e o ajudou a arrombar a porta.

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte ainda no local. O corpo de Juliana foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e, durante a autópsia, foram identificadas diversas lesões e também sinais de estrangulamento.

 

Como o resultado do exame não era compatível com a versão apresentada pelo homem, a polícia determinou a prisão em flagrante. Ele foi encontrado no velório e abordado enquanto assinava os documentos de óbito de Juliana.

 

À polícia, Rogério disse que, no dia anterior, estava com a companheira em uma chácara comemorando o aniversário da bisavó. Os dois teriam consumido bebidas alcoólicas e drogas no local. Em seguida, foram embora.

 

O homem afirmou ainda que, ao chegar em casa, comeu alguma coisa e foi dormir, enquanto Juliana tomava banho. Ele ressalta que só percebeu que a vítima continuava no banheiro quando acordou de madrugada.

 

Rogério foi encaminhado para a penitenciária e autuado por feminicídio e fraude processual. A polícia irá ouvir parentes e amigos do casal para investigar relatos de que a jovem já sofria violência doméstica.

 

O corpo de Juliana foi enterrado na manhã desta segunda-feira (7) – G1.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas