....
....

04/01/2021

“Era crente, pregador da palavra, agora sou um assassino”, diz homem que matou a mulher a facadas na frente das filhas


O suspeito de matar a mulher a facadas no final do ano passado em Três Corações, no Sul de Minas, foi preso em flagrante em Conceição do Rio Verde, a cerca de 60 quilômetros da cidade. O crime aconteceu na frente das filhas do casal. Thiago da Silva Ribeiro fugiu com o celular da mulher e confessou o crime para a polícia.

 

De acordo com a Polícia Civil, Thiago da Silva Ribeiro, de 35 anos, foi preso pela Polícia Militar após denúncia anônima. “Após ter ceifado a vida da vítima, evadiu-se do local e hoje, foi localizado em uma rodovia próximo a Conceição do Rio Verde”, confirma a delegada Hipólita Brum de Carvalho.



 

O crime aconteceu na casa do casal. Camila Miranda Bandeira, de 32 anos, foi morta a facadas pelo companheiro na frente das filhas, entre seis e 11 anos. As crianças disseram à polícia, que a discussão teria começado durante o almoço de domingo (no último ia 27 de dezembro) e continuaram durante o dia. As meninas confirmaram no Boletim de Ocorrência, que o pai matou a mãe, quando a família estava assistindo um filme na sala.

 

“Conforme registrado na ocorrência, depois de trancar a esposa e as crianças em um cômodo da residência, o homem chegou a cortar o cabelo da companheira usando uma faca e a agredido com chutes na região da cabeça e do tórax. Após o crime, o próprio suspeito teria acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e, em seguida, fugido do local”, completa delegada.

 

Segundo a polícia, Thiago fugiu com o celular da vítima e confessou o crime pelo telefone. "Eu matei a minha própria esposa. Eu tive uma explosão de ânimo, de coisa, agredi ela demais e ela veio a óbito, de ontem para hoje, por causa do quê, da traição, do adultério, da igreja para assassino, era crente, pregador da palavra, agora sou um assassino", afirma o suspeito no áudio.

 

Em coletiva de imprensa, a delegada disse que a vítima registrou queixa de agressão contra o marido em maio deste ano. Mas a mulher não chegou a pedir medida protetiva e nem representou caso.

 

Thiago foi levado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade. “Após autuação em flagrante pelo delegado plantonista Vinicius de Barros Mendonça, o investigado foi encaminhado ao sistema prisional, onde está à disposição da Justiça. As investigações prosseguem pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) para conclusão do inquérito policial”, ressalta.

 

Camila foi enterrada no fim da tarde dessa segunda-feira, no Cemitério Municipal de Três Corações. “As vítimas não podem se esquecer de denunciar sempre a violência doméstica. Não fiquem caladas! Ao menor sinal de violência doméstica, seja em qualquer modalidade, denunciem. Não sofram caladas em suas residências. E para as pessoas que estejam ao redor, sejam parentes ou vizinhos, também denunciem. A denúncia pode ser de forma anônima”, alerta delegada- EM.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas