....
....

15/01/2021

Película com tecnologia brasileira inativa vírus da Covid-19 em qualquer superfície; veja como ela funciona


Preocupados com a pandemia, os engenheiros Rogério, Alexandre e Renato decidiram ajudar. A ideia era desenvolver algo que pudesse reduzir custos e procedimentos, mas que também trouxesse segurança a todos. Assim surgiu a Microbioff, empresa brasileira criadora do Microbioffilm, primeira película transparente que inativa microrganismos, auxiliando no combate ao vírus. Desenvolvida em parceria com a TNS Nanotecnologia, foram apenas 6 meses da ideia inicial até o lançamento.

 

Mas como ele funciona? Simples: a película contém aditivos em forma de nanopartículas com capacidade antiviral, que auxilia na redução da proliferação do Coronavírus. “O Microbioffilm tem eficácia comprovada de 99%. A tecnologia foi testada em laboratório independente e tem o laudo validado conforme norma reconhecida ISO 21702. É um produto atóxico e utiliza química verde, que não agride o meio ambiente”, explica Rogério Rovito.



 

Outra vantagem, segundo a empresa, é que ele pode ser aplicado em quaisquer superfícies, como em balcões, armários, mesas, cadeiras, maçanetas e corrimões. “Por apresentar o formato de película transparente adesivada, o Microbioffilm pode ser aplicado em qualquer lugar, como, por exemplo, balcões de atendimento. Além disso, ele é um excelente aliado para redução da contaminação cruzada”, complementa.

 

Sobre a durabilidade, a indicação da empresa é a substituição em até 6 meses. Caso ele seja danificado, a empresa recomenda a troca imediata. O Microbioffilm pode ser limpo com uma flanela, água e sabão neutro. É importante ressaltar que o produto auxilia, mas não substitui as orientações sanitárias e de higiene dos órgãos competentes no combate ao coronavírus – Istoé.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas