....
....

18/03/2021

Neto Franca defende que o governo dê autonomia ao novo ministro da Saúde: “a ciência é o único caminho”


O ex-deputado estadual e atual Diretor Administrativo e Financeiro do Sebrae Paraíba, Neto Franca, publicou um texto em suas redes sociais no qual defende que o novo ministro da Saúde, o paraibano Marcelo Queiroga, tenha autonomia para que, como médico e defensor da ciência, possa modificar o quadro atual da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

 

Segundo Neto Franca, trocar o ministro da Saúde sem lhe dar autonomia não resolve a crise na Saúde Pública do país. “O presidente tem que entender que a ciência é o único caminho, que vidas estão sendo rifadas, que a falta de planejamento nas compras de vacinas está comprovada. Basta ver que os estados e municípios estão adquirindo. Isto é prova de que há falta de uma ação determinada do Governo Federal e não falta de vacina”.



 

De acordo com Neto Franca, enquanto os desencontros acontecem, as pessoas assistem a uma evolução da pandemia sem que nada de concreto seja feito para barrar o aumento de casos e de óbitos decorrentes da Covid-19. “Enquanto tudo isso ocorre, estamos nós em casa, trancados, assistindo amigos e familiares queridos partindo”.

 

Outro ponto levantado pelo ex-deputado e diretor do Sebrae-PB é a politização da pandemia. “Finalizo lamentando em ver, neste momento crítico, pessoas da Direita e da Esquerda nas ruas, fazendo abertamente aglomeração. É preciso respeito às vidas, pois política partidária neste momento é pura ignorância”.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas