....
....

19/03/2021

Defensor de tratamento da Covid-19 com medicamentos sem eficácia comprovada, prefeito de Vitória da Conquista morre da doença


Prefeito de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, Herzem Gusmão (MDB) não resistiu às complicações causadas pela covid-19 e morreu, nessa quinta-feira, 18, no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. O político de 72 anos, que era favorável ao tratamento precoce da doença, lutava contra a ação do coronavírus desde 7 de dezembro, quando foi infectado e passou a receber os primeiros cuidados médicos em casa.

 

A piora progressiva, contudo, ocasionou a internação de Herzem no Hospital Samur, em Conquista. Com o pulmão cada vez mais comprometido, o gestor foi transferido para o Sírio-Libanês, de onde chegou a gravar um áudio afirmando que precisaria voltar à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Com a sucessão de complicações, o político morreu por volta das 21 horas.



 

Em nota, a assessoria pessoal do político lamentou a morte. “É com o mais profundo pesar que informamos a morte do prefeito Herzem Gusmão”. Na publicação, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou que a Bahia perde “uma das grandes figuras públicas”. Pelo Twitter, o governador Rui Costa (PT) também prestou solidariedade à família de Herzem.

 

Herzem, que deixa a esposa, três filhos e um neto, era publicamente favorável ao tratamento precoce do coronavírus. Defendia medicamentos que não têm evidência científica comprovada contra a covid-19, a exemplo da cloroquina, azitromicina e ivermectina. Em julho de 2020, ele chegou a ir até Brasília com um abaixo-assinado contendo 124 assinaturas de médicos para solicitar a autorização do Ministério da Saúde no tratamento do coronavírus. Na ocasião, afirmou estar respaldado por “evidências no mundo todo”.

 

Assessor parlamentar e ex-vereador pelo PCdoB em Vitória da Conquista, Kiribamba afirmou ao Estadão que embora fosse adversário político de Herzem, reconhece a perda política para o município. “Triste. Isso, mais uma vez, nos mostra que não adianta tentar partidarizar o vírus. Ele acomete qualquer um de nós”.

 

Conforme Kiribamba, a família informou que o corpo do político chega ao Aeroporto Glauber Rocha às 10 horas da manhã, neste sábado, 20. Em seguida, será velado no Memorial Mediterrâneo com cerimônia voltada para amigos próximos e familiares – Estadão.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas