....
....

13/04/2021

Com fraturas e outros ferimentos, jovem de 24 anos fica pendurada em telhado ao fugir das agressões do namorado, de 21


Uma jovem de 24 anos precisou ser levada ao Hospital João XXIII após sofrer fratura e outros ferimentos, após ser agredida pelo companheiro, de 21 anos, em Jaboticatubas, na Grande BH. Para tentar escapar, ela pulou janelas e telhados de vizinhos, e acabou pendurada em uma das estruturas. Ela precisou ser socorrida pela polícia e vizinhos. O homem ainda não foi localizado.

 

O caso ocorreu no início da noite dessa segunda-feira (12/4), no Bairro São Benedito. Segundo a Polícia Militar (PM), uma testemunha contou que o casal e amigos estiveram em um rio na região. Na volta, o suspeito começou a caminhar na frente do grupo até sumir de vista. Quando se aproximaram da casa deles, o homem mandou que os outros fossem embora e chegou na porta com um pedaço de madeira com uma ponta de metal. Ele queria agredir a companheira.



 

Assustada, a jovem fugiu para a casa de uma amiga e começou a ligar para a PM pelo celular. No entanto, o agressor ouviu a voz dela e invadiu o imóvel, a procurando por todos os cômodos. Desesperada, ela pulou a janela e foi parar no telhado de uma casa mais abaixo. Ela acabou alcançada pelo companheiro, que a agrediu com pauladas e socos.

 

Uma vizinha que flagrou a ação tentou impedi-lo jogando uma vassoura e outros objetos sobre ele, mas não adiantou. Ao saber que a polícia estava chegando, o homem saiu correndo e não foi mais visto.

 

Temendo que o companheiro voltasse, a jovem pulou sobre outra laje para ver se conseguia chegar à rua. No entanto, ela acabou quebrando telhas e ficando presa em um beiral. Por sorte, um homem que estava lá conseguiu segurá-la pela mão, impedindo que ela caísse de uma altura de 8 metros.

 

Foi essa a situação encontrada pela polícia quando chegou ao local. Com o apoio de um bombeiro civil e moradores, eles conseguiram resgatar a vítima e colocá-la em uma maca.

 

Com uma fratura no braço esquerdo, lesões na cabeça e no queixo, ela foi levada de ambulância à Fundação Hospitalar Santo Antônio, que fica no município e, de lá, transferida para o hospital da capital.

 

Discussão

De acordo com a Polícia Militar, uma das testemunhas disse que a vítima e o agressor beberam nesse passeio ao rio e essa mesma pessoa informou que o casal usa drogas.

 

Na versão dela, o homem não estava consumindo entorpecentes, mas a vítima sim, e o cobrava para ele comprar para ela, o que teria motivado a briga.

 

A vítima, por sua vez, contou à polícia que o homem é muito ciumento e que ela não sabe o motivo das agressões.

 

O local do crime passou por perícia. Viaturas fizeram buscas pelo suspeito, mas até o encerramento da ocorrência ele não havia sido localizado. O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Jaboticatubas – EM.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas