....
....

13/04/2021

Babá Thayná Oliveira diz que mentiu à polícia em primeiro depoimento, a pedido de mãe de Henry Borel


A babá do menino Henry, Thayná Oliveira Ferreira, admitiu aos investigadores que mentiu em seu primeiro depoimento sobre o caso. Ela ainda afirmou que a mãe da criança, Monique de Medeiros, pediu que ela não contasse a verdade para a polícia há duas semanas. A informação foi divulgada pelo Portal G1 nesta terça-feira (13).

 

Além dela, Thayna também informou que a empregada, Leila Rosângela, conhecida como Rose, também mentiu. Os investigadores sabiam que no dia 12 de fevereiro as duas estavam no apartamento, quando Dr. Jairinho (expulso do Solidariedade) agrediu o menino.



 

De acordo com o portal de notícias, foi neste mesmo dia que a babá mandou mensagens para Monique contando que o ex-vereador agredia Henry.

 

No dia 13 de fevereiro, a mãe do garoto o levou ao Real D’Or, uma unidade pediátrica em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Agora, a polícia quer entender por que não há menções sobre a ida ao hospital nos depoimentos de Monique, Jairinho e Thayná – RedeTV!

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas