....
....

13/05/2021

Vizinho envia carta a jovem criticando uso de roupas curtas no condomínio: “aqui mora gente de família”


Um vizinho de apartamento de Ana Paula Benatti, em Maringá (PR), deixou uma carta anônima embaixo da porta da garota pedindo que ela “tivesse pudor e decência de usar roupas adequadas nas dependências do condomínio”.

 

“A senhora não está tendo o respeito usando roupas vulgar (sic). Não sei de onde veio, mas aqui mora gente de família. Então, por favor, dá-se o respeito porque eu como homem e pai de família, fiquei com vergonha de estar com minha filha e a senhora quase nua lá fora. (…) Aqui não é zona. Respeite as famílias desse lugar”, dizia a carta recebida pela jovem, que postou o conteúdo no Facebook e fez um boletim de ocorrência na Polícia Civil.



 

Indignada com o pedido do vizinho, Ana Paula acionou a polícia.

 

O “comunicado” informal dizia que, se Ana Paula não mudar o jeito de se portar, ele irá conversar com a dona do apartamento. Em entrevista ao UOL, a moradora contou que ficou constrangida e indignada com o “recado” do vizinho e procurou a 9ª Subdivisão Policial de Maringá, onde registrou a ocorrência.

 

“Eu não esperava que iria ler algo tão absurdo. Quando eu comecei a ler, no momento eu senti náuseas. Fiquei indignada. Não queria acreditar no que estava lendo. Foi um absurdo total e me julgou sem me conhecer”, afirmou.

 

A delegacia ainda não comunicou à imprensa sobre a investigação. Já a administração do condomínio onde Ana Paula mora, segundo a mesma, prometeu utilizar as câmeras de segurança a fim de identificar o morador que produziu a carta anônima – hypness.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas