....
....

30/05/2021

Mais 10.530 doses da vacina Pfizer seguem para 56 municípios paraibanos até esta segunda; veja a lista das cidades


Até esta segunda-feira (31), a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Núcleo Estadual de Imunizações e Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, distribui mais 10.530 doses da vacina Pfizer/Comirnaty - dose 1 (D1), para 56 municípios paraibanos. A ação faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid.

 

As doses foram entregues nesta sexta-feira nas 1ª, 2ª, 3ª, 4ª e 12ª Gerências Regionais de Saúde (GRS), por rota terrestre. As vacinas para as demais Gerências seguirão nesta segunda-feira (31), por via aérea.



Foto: Secom-PB

 

As 56 cidades que vão receber as doses são: Alagoinha, Alhandra, Araçagi, Araruna, Areia, Assunção, Bananeiras, Bayeux, Bom Jesus, Caaporã, Cabedelo, Cachoeira dos Índios, Cacimbas, Cajazeiras, Campina Grande, Catolé do Rocha, Conde, Cruz do Espírito Santo, Cuité, Desterro, Esperança, Guarabira, Itabaiana, João Pessoa, Junco do Seridó, Juripiranga , Lagoa Seca, Matureia, Monteiro, Patos, Pedras de Fogo,  Piancó, Pilar, Pombal, Princesa Isabel, Queimadas, Quixaba, Rio Tinto, Salgado de São Félix, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Luzia, Santa Terezinha, São João Do Rio do Peixe, São José da Lagoa Tapada, São José de Piranhas, São Mamede, São Miguel de Taipu, Sapé, Serra Redonda, Solânea, Soledade, Sousa, Triunfo, Uiraúna e Várzea.

 

As doses D1 da vacina Pfizer/Comirnaty são para continuidade na vacinação do grupo de comorbidade; gestantes e puérperas, com comorbidade e pessoas com deficiência permanente, com esquema vacinal no intervalo definido pelo PNI de 12 semanas entre doses. A prioridade da vacinação com a vacina Pfizer/Comirnaty será para as gestantes e puérperas COM comorbidades.

 

As comorbidades prioritárias para vacinação contra a covid-19:

 

- Qualquer indivíduo com diabetes

 

- Indivíduos com pneumopatias graves, incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticóides sistêmicos, internação prévia, por crise asmática);

 

- Hipertensão Arterial Resistente nos estágios 1,2 e 3, com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade. Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos, de diferentes classes, em doses máximas;  PA entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg, na presença de lesão em órgão alvo e/ou comorbidade ou  PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade.

 

- Insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada; em estágios B, C ou D, independente de classe funcional.

 

- Cor-pulmonale crônico e hipertensão pulmonar primária ou secundária

 

- Cardiopatia hipertensiva - hipertrofia ventricular esquerda ou dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo.

 

- Síndromes coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós Infarto Agudo do Miocárdio, outras)

 

- Valvopatias -  Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou com comprometimento miocárdico (estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide, e outras)

 

- Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática

 

- Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas - Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos

 

Arritmias cardíacas com importância clínica e/ou cardiopatia associada (fibrilação e flutter atriais; e outras)

 

- Cardiopatias congênitas no adulto com repercussão hemodinâmica, crises hipoxêmicas; insuficiência cardíaca; arritmias; comprometimento miocárdico.

 

- Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência)

 

- Doença cerebrovascular - Acidente Vascular Cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular

 

- Doença renal crônica estágio 3 ou mais e/ou síndrome nefrótica.

 

- Imunossuprimidos - Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico, nos últimos seis meses e neoplasias hematológicas.

 

- Doença falciforme e talassemia maior

 

- Obesidade mórbida - Índice de massa corpórea (IMC) ≥ 40

 

- Síndrome de Down - Trissomia do cromossomo 21

 

- Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C

 

Com informações da Secom-PB.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas