....
....

31/05/2021

Vacinação contra a Covid-19 para trabalhadores da educação começa em toda Paraíba; veja a ordem de prioridade


Com a finalidade de conferir maior agilidade ao processo de vacinação contra Covid-19, o grupo prioritário dos trabalhadores da educação começará a ser imunizado em toda Paraíba. A decisão foi pactuada entre estado e municípios durante a reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que ocorreu no sábado (29).

 

Esta foi uma orientação do Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI) que, em Nota Técnica enviada no dia 28 de maio, justifica a estratégia apontando a necessidade de volta às aulas presenciais. O documento ressalta impactos sociais ocasionados pela covid-19 na educação infantil, principalmente nos grupos sociais menos favorecidos e que tem dificuldade, ou mesmo inviabilidade, para uma adesão ao ensino a distância.



Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

 

No grupo de trabalhadores da educação deverá ser seguida a seguinte ordem de prioridade: creches, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA e na sequência os trabalhadores da educação do ensino superior, sempre priorizando os trabalhadores envolvidos na educação dos indivíduos mais jovens. Profissionais que atuam no setor administrativo, dentro das secretarias estadual e municipais de educação, também serão contemplados nesta fase.

 

De acordo com secretário da Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, desde o início da campanha de vacinação contra Covid-19, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) resolveu nortear e seguir o PNI.  “Na vigência de uma pandemia, em que há a escassez de vacinas, o meio mais justo de operacionalizar a campanha de vacinação é imunizar aqueles que têm mais probabilidade de precisar de internação e de morrer. O Plano do PNI é o mais completo e contempla toda essa população vulnerável. Após novas orientações do Ministério, a reunião de hoje foi importante para definir o norte da Paraíba a partir de agora”, pontua.

 

Além da inclusão dos trabalhadores da educação nesta fase da campanha, também foi deliberado e pactuado em CIB iniciar a vacinação das pessoas em situações de rua e dos funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e população privada de liberdade. Geraldo Medeiros afirma que é importante lembrar que essa vacinação irá ocorrer de maneira concomitante, de acordo com os percentuais de doses enviados pelo PNI.

 

Outra orientação do Ministério da Saúde e também pactuado em CIB neste sábado foi a inclusão da população em geral, entre 18 e 59 anos, na campanha de vacinação. O secretário explica que isto ocorrerá na fase seguinte da campanha e será realizada de forma simultânea, por faixa etária decrescente, junto aos demais trabalhadores de outros grupos essenciais.

 

Geraldo Medeiros reforça a importância de seguir a imunização dos grupos prioritários abertos, contemplando aqueles que, por algum motivo, ainda não compareceram aos pontos de vacinação. A Paraíba já registrou no sistema de informação SI-PNI a aplicação de  1.274.764 doses, sendo 843.299 pessoas vacinadas com a primeira dose e 431.465 com a segunda dose da vacina – Secom-PB.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas