....
....

01/06/2021

Professor é detido em Goiás por colocar faixa no carro com os dizeres “Fora Bolsonaro Genocida”


A Polícia Militar de Goiás conduziu o secretário de Movimentos Populares do diretório do PT no Estado, Arquidones Bites Leão Leite, à sede da Polícia Federal em Goiânia após o professor se recusar, nesta 2ª feira (31.mai.2021), a tirar do carro uma faixa com os dizeres “Fora Bolsonaro genocida”. Segundo a deputada estadual Adriana Accorsi (PT), que acompanhou o caso na superintendência, os agentes tentaram enquadrá-lo na LSN (Lei de Segurança Nacional), mas Bites acabou liberado sem qualquer autuação.

 

A abordagem ocorreu no município de Trindade (GO), na região metropolitana de Goiânia, onde mora o professor. Seu carro estava estacionado na rua, com a faixa que Bites havia levado à manifestação local contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último sábado (29.mai) amarrada ao capô, quando dois policiais disseram que o levariam à delegacia se ele não removesse o adereço.



Foto: Reprodução/Insgagram

 

Antes de levarem o professor à Polícia Federal, os agentes já o haviam conduzido a uma delegacia da Polícia Civil em Trindade, mas o responsável no local não teria visto qualquer prática criminosa na conduta de Bites, contou Accorsi. Ela classificou a medida como abuso de autoridade.

 

Procurada pelo Poder360, a Secretaria de Segurança Pública de Goiás informou que afastou o policial militar envolvido no que chamou de “fato lamentável”, sem especificar a qual dos dois agentes que aparecem nos registros aplicou a punição. A pasta informou ter instaurado um inquérito para apurar a conduta do oficial em questão.

 

“O Governo de Goiás, por meio da  Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar, não coaduna com qualquer tipo de abuso de autoridade. Assim sendo, todas as condutas que extrapolem os limites da lei são apuradas com o máximo rigor, independentemente do agente ou da motivação de quem as pratica“, diz a nota enviada à reportagem – Poder 360.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas