....
....

07/06/2021

Companheiro de jovem morto com 23 facadas em apartamento no centro de Campina Grande é principal suspeito do crime


A polícia já tem como principal suspeito da morte do jovem João Victor de Almeida, de 22 anos, o companheiro dele, identificado como Joan Edgley, de 29 anos. A vítima foi encontrada morta, com 23 marcas de facadas pelo corpo, na manhã deste domingo (06), em seu apartamento, localizado no 3º andar de um edifício na Rua Luís Soares, no centro de Campina Grande.

 

Joan Edgley morava com a vítima havia pelo menos sete meses. Segundo o testemunho de uma moradora do mesmo prédio, um barulho semelhante a uma luta corporal foi ouvido no apartamento da vítima, no horário provável do crime. Logo após, ela disse que ouviu um barulho de alguém descendo as escadas rapidamente.



Fotos: Reprodução/Redes Sociais

 

Imagens das câmeras de segurança do edifício mostram Joan Edgley descendo as escadas do prédio minutos após o provável horário da ocorrência, com uma mochila nas costas. Depois do crime, ele não retornou mais ao apartamento e está sendo procurado pela polícia.

 

João Victor de Almeida era natural de Massaranduba. A vizinha que escutou o barulho vindo no apartamento dele comunicou o que ouviu à síndica do prédio, que se dirigiu ao apartamento. Ao chegar, ela notou que a porta estava encostada e, ao entrar no apartamento, se deparou com João Victor deitado no chão, ao lado de uma poça de sangue.

 

Ela acionou o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência – SAMU que, ao chegar ao local, identificou que o jovem já estava morto, acionando, em seguida, a polícia. A arma do crime, uma faca, foi encontrada ao lado do corpo.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas