....
....

10/06/2021

Bolsonaro volta a questionar eficácia das vacinas contra a Covid-19 defende novamente o “tratamento precoce”


O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o tratamento precoce contra a Covid-19, com medicamentos que não tem eficácia comprovada cientificamente. Segundo ele, quando retiradas o que ele classificou de “fraudes”, restará comprovado que o Brasil foi o país com o menor número de mortes por milhão de habitantes causadas pela Covid-19, graças ao “tratamento precoce”.

 

A declaração foi feita durante participação do presidente em um culto protestante em Anápolis-GO. “Se nós retirarmos as possíveis fraudes, nós vamos ter em 2020, ou melhor, teremos em 2020 sim, o Brasil com o menor número de mortes por milhão de habitantes por causa da Covid. Que milagre é esse? O tratamento precoce. Quem aqui tomou hidroxicloroquina? Querem prova maior? Eu tomei. Outros tomaram ivermectina. Outros em estado mais grave, alguns poucos porque é difícil encontrar no Brasil, (tomaram) a proxalutamida“, disse Bolsonaro.



Foto: Alan Santos/Agência Brasil

 

Vacinas Experimentais – Ao falar aos fieis sobre as vacinas, Bolsonaro questionou sua eficácia e, mesmo com a aprovação no Brasil por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, disse que as vacinas contra a Coviod-19 são de caráter “experimental”.

 

“E eu pergunto: a vacina tem comprovação científica ou está em estado experimental ainda? Está experimental. Nunca vi ninguém morrer por tomar hidroxicloroquina, em especial na região amazônica”, afirmou o presidente.

 

Ele acrescentou que o questionamento sobre a eficácia das vacinas não é coisa da sua cabaça, mas de “conversas com pessoas que realmente se preocupam com pesquisas sobre o assunto”, sem, no entanto, explicar ou citar quem seriam estas pessoas.

 

As declarações de Bolsonaro foram feitas durante participação no Culto Interdenominacional das Igrejas de Anápolis. Estavam presentes, além de lideranças evangélicas, os ministros Onyx Lorenzoni (Secretaria Geral) e Milton Ribeiro (Educação); e os deputados Vitor Hugo (PSL-GO), ex-líder do Governo na Câmara, e Daniel Freitas (PSL-SC).

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas