....
....

02/08/2021

Frio pode voltar com força na metade de agosto e meteorologia prevê ainda mais chuvas para o Nordeste


Depois de uma semana marcada pelo frio, a primeira segunda-feira de agosto deve amanhecer com temperaturas um pouco mais amenas em quase todo o país. A massa de ar polar que estava no Brasil começa a perder força, principalmente no Norte e no Centro-Oeste.

 

Em Cuiabá, por exemplo, as tardes já ficam quentes durante a semana, devendo se aproximar dos 36ºC. No Sudeste, a semana será menos gelada, apesar de madrugadas e noites ainda frias, com temperaturas na casa dos 10ºC em São Paulo.



Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

 

No Nordeste, a previsão para a semana é de chuvas, nebulosidade e um refresco no calor, causado pelo excesso de nuvens. Na região Sul, o frio também deve dar uma folga, inclusive nas madrugadas, com mínimas perto dos 8ºC. Bem menos gelado do que a última semana.

 

Na última quinta-feira (29), a cidade de Urupema, interior de SC, chegou aos -8,9ºC, a menor temperatura registrada no Brasil em 2021. Nas serras gaúcha e catarinense, a massa de ar polar deve manter as temperaturas perto de 0ºC.

 

Três frentes frias pela frente

 

"Para agosto, prevemos ainda a entrada de três frentes frias. Até o momento, a segunda frente fria, no meio do mês, deve ser bastante intensa, trazendo possibilidade de neve. Esse foi um dos invernos mais intensos dos últimos anos" , disse a meteorologista do Climatempo Daniela Freitas – G1.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas