....
....

03/09/2021

Dose extra da vacina contra Covid-19: veja que grupos, a idade para poder recebê-la e a partir de quando


A dose de reforço da vacina contra COVID-19 - também chamada de terceira dose - já começou a ser aplicada em algumas cidades do Brasil. Em outras, o início se dará a partir da segunda quinzena de setembro. Esse foi o prazo definido pelo Ministério da Saúde após, em um primeiro momento, estipular início de outubro como referência.

 

O governo federal prevê que, até a segunda quinzena deste mês, já vai ter distribuído todas as doses previstas para vacinação de maiores de 18 anos - o que permitiria avançar para terceira dose. E é com essa data que várias prefeituras, sobretudo do interior, começam a planejar as aplicações da nova dose, que serão, neste primeiro momento, exclusivas para maiores de 60 anos e pessoas que tenham doenças que reduzem ou zeram a imunidade.



Foto: Divulgação/Secom-SP

 

Quem pode tomar a dose extra?

 

Por enquanto, são dois os grupos que podem receber a terceira dose:

 

- maiores de 60 anos que tomaram a segunda dose ou a vacina de dose única até março

- pessoas com alguma doença que afete a capacidade do corpo de garantir a própria imunidade, como pessoa vivendo com HIV, pacientes em hemodiálise ou com câncer em processo de quimioterapia, por exemplo

 

Nesses casos, a diferença entre a segunda dose e a nova é de 28 dias.

 

A tendência é que as vacinas da Pfizer sejam utilizadas, porém o Ministério da Saúde afirma que doses da Janssen ou AstraZeneca podem ser aplicadas, caso a quantidade da primeira não seja suficiente.

 

Os estudos feitos pelos especialistas em saúde apontam que não há riscos em aplicar uma dose diferente das que foram dadas no começo do ano.

 

Por enquanto, apenas esses grupos vão receber essa terceira dose. Oficialmente, porém, o governo diz que pode ampliar a dose de reforço conforme o avanço da pandemia no país – EM.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas