....
....

13/01/2022

Bolsonaro diz que a Ômicron é “bem-vinda” e minimiza efeitos da nova variante: “é de letalidade muito pequena”


O presidente Jair Bolsonaro (PL) minimizou, nesta quarta-feira (12/1), os impactos da ômicron no Brasil e disse que a nova variante da covid-19 é "bem-vinda". A declaração ocorreu durante entrevista ao site Gazeta Brasil. Com letalidade menor, mas com capacidade de disseminação maior, o vírus pode sobrecarregar o sistema de saúde.

 

"A ômicron, que já se espalhou pelo mundo todo, como as próprias pessoas que entendem de verdade dizem, tem uma capacidade de difundir muito grande, mas é de letalidade muito pequena. Dizem até que seria um vírus vacinal. Deveriam até... Segundo algumas pessoas estudiosas e sérias, e não vinculadas à farmacêuticas, a ômicron é bem-vinda e pode, sim, sinalizar o fim da pandemia", apontou, sem mencionar quem seriam as fontes.



Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Bolsonaro disse ainda que "quase zero, um número muito pequeno" de crianças morreu por covid no país. "E esse número pequeno ainda tinha o fato de criança com comorbidade", completou.

 

O Ministério da Saúde afirmou que, de março de 2020 a dezembro de 2021, 311 crianças de 5 a 11 anos morreram em decorrência da doença no Brasil. Ao ser corrigido pela jornalista, o líder do Planalto continuou e reforçou que pediu à pasta a divulgação de mortes por efeitos colaterais da vacina.

 

"Tudo bem, não vou questionar. Vamos partir do princípio de que os números estão certos. Justifica a vacinação? Eu cobrei ontem do ministro (Marcelo) Queiroga, da Saúde, a divulgação das pessoas com efeito colateral. Quantas pessoas estão tendo reações adversas no Brasil pós-vacina? Quantas pessoas estão morrendo também por outras causas que são creditadas à covid?".

 

"Trezentas e poucas crianças (mortas)... Lamento cada morte, ainda mais de criança, a gente sente muito mais, mas não justifica a vacinação pelos efeitos colaterais adversos que essas pessoas têm", concluiu.

 

A Anvisa liberou a vacinação para a faixa etária de 5 a 11 anos após parecer de técnicos especialistas e embasamento de sociedades médicas – EM.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas