....
....

04/05/2022

Pastor diz que “mendigos têm o dever bíblico de passar fome” e chama população de rua de “vagabundos”


O pastor Marcos Granconato, da Igreja Batista Redenção, de São Paulo, causou revolta nas redes sociais após uma publicação polêmica em sua conta do Facebook, nessa segunda-feira (2/5). Segundo o ministro do Evangelho, “a maioria dos mendigos têm o dever bíblico de passar fome”, e reforçou a fala nos comentários, chamando a população de rua de “vagabundos”.

 

“A maioria dos mendigos têm o dever bíblico de passar fome, pois Paulo diz aos tessalonicenses: ‘Se alguém não trabalha, que também não coma’”, escreveu na publicação, que teve mais de 1,2 mil curtidas e quase 300 compartilhamentos.



Foto: Reprodução/Facebook

 

Granconato foi questionado nos comentários de onde é a base para tirar aquele argumento. “Então, a maioria dos mendigos são vagabundos na sua visão? O senhor diz isso com base em quê?”, perguntou um internauta. Ele respondeu: “Com base no que eu vejo nas ruas. Gente forte, saudável e jovem mendigando por aí! Quando vejo um doente, me compadeço. Mas quando olho para a maioria, percebo que é pura vagabundagem”.

 

Além da fala polêmica, o pastor usa seu perfil para defender o porte de armas. "Eu aprovo isso como cristão e creio que todos, após cumprir certas exigências, deviam ter armas em sua residência, em seu carro e em seu local de trabalho. Acredito que isso é sábio e bom. Se eu pudesse, pregaria armado, com um coldre sob o paletó, para proteger meu rebanho de loucos assassinos que atacam igrejas indefesas", escreveu em uma de suas publicações.

 

O Estado de Minas entrou em contato com a Igreja Batista Redenção e aguarda resposta – EM.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas