....
....

02/06/2022

PT e PSB definem limite de 15 de junho para resolver impasses estaduais; na Paraíba aliança PT e MDB já está consilidada


Os presidentes do PT e do PSB, ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), que será seu vice na chapa, fixaram o prazo de 15 de junho, em duas semanas, para resolver entraves das duas legendas nas disputas nos governos estaduais – inclusive São Paulo. A Paraíba está fora dos estados considerados com divergências entre as siglas.

 

As matérias publicadas em portais nacionais como Folha de São Paulo, UOL, Carta Capital e outros, citam que ainda há indefinições nos palanques dos estados de Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Pernambuco. Esses casos foram tratados em reunião na última terça-feira (31), em São Paulo. Segundo relatos, Lula e Alckmin delegaram aos presidentes dos dois partidos a missão de desatar esses nós.



Foto: Divulgação

 

O presidente do PSB, Carlos Siqueira, cobrou o desprendimento do PT em estados como Rio Grande do Sul e Espírito Santo, sinalizando a possibilidade de se esforçar pela retirada da candidatura do ex-governador Márcio França em São Paulo.

 

Em São Paulo, maior colégio eleitoral, o PT defende a candidatura do ex-prefeito Fernando Haddad, que lidera as pesquisas de intenção de voto no estado, enquanto o ex-governador Márcio França (PSB) resiste à ideia de desistir de ser candidato ao governo paulista.

 

“Óbvio que temos que fechar em relação aos estados. Achamos que tem de ser de forma sistêmica e integrada. Não tem como resolver um estado e não outro. Queremos estar juntos em todos os estados. Está aí exatamente a nossa força”, afirmou a presidente Gleisi Hoffmann (PT).

 

Veja detalhes, CLIQUE AQUI.

 

No Nordeste o ex-presidente Lula já assegurou, com a anuência dos diretórios estaduais e a permissão da direção nacional do MDB, uma aliança entre PT e os emedebistas, cenário esse da Paraíba, onde o MDB lançou como pré-candidato a governador o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) e a senador o ex-governador Ricardo Coutinho (PT) – Assessoria.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas