....
....

03/01/2019

Operação Lei Seca flagrou mais de mil motoristas embriagados na Paraíba durante o ano de 2018


O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), por meio da Operação Lei Seca, notificou 83 motoristas por dirigir sob efeito de álcool, durante o mês de dezembro. O balanço foi divulgado nesta quarta-feira (2) pela Divisão de Policiamento e Fiscalização do órgão.

 

De acordo com o balanço mensal, foram realizados 964 testes de bafômetro, que resultaram na apreensão de 73 carteiras de habilitação (CNHs) e na remoção de 19 veículos aos pátios do órgão. A operação ainda autuou 59 condutores em flagrante, pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).



 

Balanço 2018

 

Segundo o chefe da Divisão de Policiamento do Detran-PB, major Edmilson Castro, durante o ano de 2018 os agentes da Lei Seca realizaram diversas operações. Ao todo foram registrados 15.891 testes de bafômetro, com1.004 motoristas flagrados por dirigir sob a influência de álcool e 335 veículos removidos aos pátios do órgão. Além disso, foram lavrados 1.068 autos por infrações diversas. Nesse período, 9 motoristas foram conduzidos à delegacia e 846 carteiras de habilitação (CNHs) foram apreendidas.

 

A Operação Lei Seca foi implantada na Paraíba em 2012, e desde então desenvolve ações de combate à ingestão de álcool e condução de veículos, por meio de fiscalização e atividades educativas.

 

De acordo com as estatísticas, em 2012, o Detran realizou 8.842 testes de bafômetro, sendo 850 flagrantes de descumprimento ao Artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro. Nesse mesmo ano, 110 motoristas foram conduzidos à delegacia e 1.204 carteiras de habilitação foram apreendidas.

 

No ano seguinte, o número de testes aumentou para 30.954, sendo 2.717 AITs, 890 remoções de veículos, 2.286 condutores descumpriram o Artigo 165 e 289 foram conduzidos à delegacia. Nesse ano, 1.596 CNHs foram apreendidas.

 

O Detran-PB aumentou o número de testes realizados em 2014, chegando a 44.994. A quantidade de AITs diversos flagrados passou para 5.039, enquanto o de remoções para 1.605. Naquele ano, 2.618 condutores foram identificados infringindo o Artigo 165 do CTB. Desses, 133 foram conduzidos à delegacia e 2.274 CNH's foram apreendidas.

 

Em 2015, a quantidade de testes realizados pelo Detran-PB em suas operações foi ainda maior, sendo 48.280 aplicações. Um total de 4.938 condutores foi enquadrado nos AITs, 1.738 veículos foram removidos, 2.646 foram flagrados desrespeitando o Artigo 165, além de 44 motoristas conduzidos à delegacia e 2.210 CNH's apreendidas.

 

O ano de 2016 fechou com 31.346 testes de bafômetro realizados. Foram 3.480 enquadrados nos AITs, 1.156 remoções de veículos, 1.799 flagrados desrespeitando o Artigo 165, além de 35 conduzidos à delegacia, e 1.529 CNH apreendidas.

 

Durante o ano de 2017, os agentes da Lei Seca realizaram diversas operações que resultaram em 932 motoristas flagrados dirigindo sob influência de álcool. Além disso, foram lavrados mais de 2 mil autos por infrações diversas e 490 veículos apreendidos por circular em desacordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

 

Segundo o major Edmilson Castro, “muitos motoristas ainda insistem em desobedecer às leis de trânsito, mas os agentes da Operação Lei Seca, com o apoio da Polícia Militar, estão empenhados para que vidas sejam preservadas no trânsito do nosso Estado”.

 

O CTB prevê que os condutores de veículos flagrados sob efeito de álcool estão sujeitos à multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo de cassação da CNH por um ano. Em caso de reincidência, será cobrado o dobro do valor da multa e o condutor responderá pela cassação da CNH pelo período de dois anos – Secom-PB.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas