....
....

29/01/2019

Depois de 50 anos, ex-aluno devolve crucifixo que furtou na escola e deixa carta com pedido de desculpas


Há quase 50 anos um crucifixo que ficava na sala dos professores do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), em Vitória, desapareceu sem que ninguém fizesse ideia do que teria acontecido. E o objeto sagrado ficou desaparecido desde então, até o último dia 4 de janeiro, quando foi devolvido na portaria do colégio junto de uma carta que explicava o motivo da retirada e pedia desculpas.

 

O autor do ocorrido foi um ex-aluno, que preferiu não revelar sua identidade. Mesmo depois de tantos anos o objeto foi entregue em perfeito estado de conservação. Na carta que estava junto da cruz, o autor do furto diz que está “arrependido e envergonhado”.



 

Segundo o diretor geral do IFES, Hudson Luiz Côgo, a pessoa que deixou o crucifixo na portaria não foi vista, “mas lemos a carta e percebemos que o crucifixo está intocado, essa pessoa cuidou dele com carinho. Foi uma atitude nobre dele, de devolver, porque a gente tem mais é que exaltar esse tipo de comportamento, encorajar o arrependimento”, contou o diretor.

 

O diretor disse que ainda não sabe onde o crucifixo será colocado, pois a sala onde ficava não existe mais. No entanto, vai reunir-se com sua equipe para encontrar o melhor lugar para direcionar o objeto.

 

A carta foi publicada nas redes sociais e viralizou, mostrando o arrependimento do aluno que hoje já deve estar na terceira idade – ChurchPop.

 

Eis a íntegra da carta:

 

“À ETEFES atual IFES

 

Em algum dia da segunda quinzena de setembro de 1969, ao deixar esta instituição, por apenas travessura, peguei este crucifixo que ficava na sala dos professores e levei como souvenir. Vez ou outra tive a intenção de devolvê-lo por arrependimento do ato injustificado, mas acabava não acontecendo por negligência, hoje decidi que deveria tomar esta decisão mesmo no anonimato, como no anonimato agi para que este crucifixo retorne para o seu devido lugar. Peço perdão pelo lamentável ato.

 

Ex-aluno”.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas