....
....

26/02/2019

Noivos católicos trocam festa de casamento por jantar para crianças pobres: “decidimos alimentar quem realmente precisa”


Foi tudo lindo! Cada detalhe saiu do jeito que os noivos sonharam. Ana Paula e Victor se casaram em uma igreja católica e receberam os cumprimentos dos convidados em uma breve recepção. Mas a festa mesmo estava para acontecer. E não foi uma comemoração tradicional: os jovens noivos decidiram dar um jantar para crianças carentes de Guarapari, no Espírito Santo. A festa contou com 160 pessoas.

 

“Decidimos alimentar quem realmente precisa, porque nossos parentes têm condições”, disse o noivo, para quem a ideia de uma festa de casamento tradicional não fazia sentido, diante de tantos necessitados. “Não é errado fazer festa de casamento, é uma comemoração digna, mas nós podíamos fazer mais”, afirmou o educador físico ao Estadão.


 

Os noivos, que cantam na paróquia de que participam, disseram que ideia de oferecer o jantar foi inspirada na música “O meu reino tem muito a dizer”, que é cantada durante a Comunhão nas Missas. A letra diz:

 

“Se uma ceia quiseres propor,

 

não convide amigos, irmãos e outros mais.

 

Sai à rua a procura de quem

 

não puder recompensa te dar,

 

que o teu gesto lembrado será por Deus.”

 

Os noivos iriam bancar a festa sozinhos. Mas os amigos e parentes resolveram ajudar. A partir daí, surgiram doações em dinheiro e ofertas de trabalho voluntário. A rede de solidariedade se espalhou e o jantar acabou sendo preparado gratuitamente por um buffet profissional.

 

No perfil @rezacomigo, mantido pelo casal, Victor publicou: “Sempre fomos muito amigos e nos preocupamos um com o outro, principalmente com a vida espiritual de cada um, e hoje, mais do que nunca, precisamos ser parceiros, amigos fiéis e trilharmos juntos um caminho de Santidade, rumo ao céu!” – Aleteia.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas