....
....

29/03/2019

Polícia prende ladrões que comemoravam roubos nas redes sociais agradecendo a Deus e postando fotos do que roubavam


A polícia prendeu na noite desta quinta-feira (28) três homens suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubar celulares em lojas de shoppings em São Paulo. Segundo a investigação, os criminosos comemoravam nas redes sociais o resultado de cada assalto.

 

O último crime foi cometido em um centro comercial em Jundiaí, no interior do estado, na quarta-feira (27). Cerca de 200 aparelhos foram levados. Eles também eram investigados por um assalto realizado em Guarulhos, na Grande São Paulo.



 

Policiais chegaram aos assaltantes graças a mensagens publicadas pelos suspeitos nas redes sociais. Depois de cada crime, eles faziam postagens comemorando o resultado e agradecendo a Deus.

 

Dois deles foram abordados quando saíam de um culto em uma igreja evangélica na Lapa, Zona Oeste da capital. De acordo com os investigadores, eles ofereceram suborno para que não fossem presos.

 

Os agentes fingiram aceitar a proposta e, assim, foram levados até o terceiro criminoso em uma casa na Zona Leste da capital. Lá, o trio recebeu voz de prisão.

 

Na casa foram apreendidos dinheiro, armas, coletes à prova de balas, dois carros de luxo e uma moto.

 

Segundo a polícia, a quadrilha atua em todo o estado de São Paulo, sempre do mesmo jeito: eles chegavam às lojas de shoppings logo depois de sua abertura, rendiam funcionários e clientes, e levavam todos os celulares.

 

Os assaltantes agiam desde 2017 e cometiam, em média, dois assaltos por semana – G1.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas