....
....

01/04/2019

Polícia frustra assalto na orla de Pitimbu, liberta família que foi feita refém e prende suspeitos em flagrante


A Polícia Militar prendeu dois suspeitos de assaltar uma casa, no fim da noite desse domingo (31), na orla de Pitimbu, onde chegaram a fazer o proprietário da residência e os familiares de reféns, por mais de duas horas. O plano dos criminosos foi frustrado por um cerco montado pela PM, que concluiu a ocorrência já na madrugada desta segunda-feira (1º), libertando todas as vítimas e prendendo os autores do crime em flagrante, com três armas de fogo.

 

De acordo com o comandante da 1ª Companhia Independente, capitão Francisco de Assis, os suspeitos chegaram à orla de Pitimbu por volta das 23h, em um carro que tinha sido roubado na cidade de Santa Rita, há 15 dias. Eles ficaram esperando o dono da casa fechar o bar, que ele era proprietário, e quando a vítima estava entrando em casa, os homens anunciaram o assalto.



 

 “Pessoas que passaram na hora perceberam que se tratava de um roubo, acionaram a Polícia Militar, que de pronto foi até o local, conseguindo frustrar o roubo. Eles foram surpreendidos pela guarnição quando estavam saindo da residência, com celulares, relógios, eletrodomésticos e se preparando para levar também o carro que estava na garagem. Houve uma troca de tiros e eles entraram de volta, passando a fazer o proprietário e cinco familiares dele reféns”, detalhou.

 

A Polícia Militar reforçou o cerco realizado pela 1ª Companhia Independente, com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e passou a negociar a liberação das vítimas e rendição dos acusados. Por volta das 2h, os reféns começaram a ser liberados e, sem ter saída, os suspeitos tentaram fugir pulando os muros das casas vizinhas, mas foram presos no quintal da residência vizinha.

 

Os suspeitos eram foragidos da Justiça. Eles foram identificados como Adriano Nascimento dos Santos, de 30 anos, que deveria cumpir pena em regime semiaberto pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma; e Francisco Silva dos Santos, de 25 anos, que tem condenação por roubo.

 

Os dois foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil, em Alhandra – Secom-PB.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas