....
....

11/04/2019

Menina de 11 anos é morta a tiros pelo pai ao tentar defender a mãe de agressões. O irmão de 5 anos ficou ferido


Uma menina de 11 anos foi morta a tiros após tentar defender a mãe, que foi agredida pelo pai, na noite de domingo (7), no povoado de São José de Itaporan, na cidade de Muritiba, no recôncavo da Bahia.

 

Conforme a Polícia Civil, o irmão de Michele Magalhães Rodrigues, que tem 5 anos, também foi baleado e ficou ferido. O pai das vítimas, identificado como Lucival de Oliveira Rodrigues, conhecido como "Buti da Rifa", é o suspeito de cometer o crime e está foragido.



 

De acordo com informações da polícia, Michele foi morta ao tentar defender a mãe, que não teve a identidade revelada. A mulher foi agredida a socos pelo marido.

 

A Polícia Civil informou que Lucival Rodrigues agrediu a esposa após sentir ciúmes. As crianças, que estavam no imóvel, tentaram socorrer a mãe e foram baleadas. Michele morreu na hora e o menino foi socorrido e encaminhado para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

 

Segundo a polícia, o corpo de Michele Rodrigues foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Santo Antônio de Jesus. Não há informações sobre o velório e o sepultamento da vítima.

 

O caso foi registrado na delegacia de Cruz das Almas, responsável pelo plantão no final de semana e vai ser investigado pela Polícia Civil de Muritiba. A mãe da criança deve prestar depoimento nos próximos dias – G1.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas