....
....

19/04/2019

Ministro diz que Bolsonaro barrou aumento do diesel para não manchar festa dos 100 dias. Estatal perdeu R$ 32,4 bi em valor de mercado


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não ficou muito satisfeito ao tomar conhecimento de que a Petrobras havia determinado aumento no valor do diesel nas refinarias. No início da tarde do último dia 11, a estatal chegou a informar que o valor médio do litro do combustível nas refinarias iria subir 5,74%, de R$ 2,1432 para R$ 2,2662, a partir da sexta-feira (12).

 

Porém, na noite do mesmo dia 11 a estatal desistiu do aumento. O recuo ocorreu após uma determinação do presidente Jair Bolsonaro. Para justificar a manutenção do preço, a estatal afirmou que havia margem para postergar o aumento do diesel por “alguns dias”.



 

Esta semana, em entrevista à Globo News, o ministro Paulo Guedes afirmou que o aumento foi barrado pelo presidente para não manchar a festa de comemoração dos 100 dias de governo. Paulo Guedes disse, inclusive, que Bolsonaro chegou a telefonar para o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para tirar satisfações.

 

“Bolsonaro ligou para o presidente da Petrobras e disse: ‘nos meus cem dias de governo você botou diesel no meu chope. Que negócio é esse?’”, afirmou Paulo Guedes, na entrevista da Globo News.

 

A interferência de Bolsonaro fez com que a Petrobras perdesse R$ 32,4 bilhões em valor de mercado. Além do mais, a decisão do presidente provocou prejuízo médio de R$ 45,5 milhões por dia à companhia. Após perceber o erro na decisão, Bolsonaro disse que “não quer e não pode intervir em política de preços da Petrobras”, conforme anunciou o seu porta-voz, Otávio Rêgo Barros (Veja matéria, CLIQUE AQUI).

 

Seis dias após o ocorrido, a Petrobras anunciou novo aumento, desta vez de R$ 0,10 em cada litro do diesel.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas