....
....

25/04/2019

Energisa, IPC e Polícia Civil flagram “gato” de energia em dois restaurantes de João Pessoa. Veja quais


Nesta quarta-feira, 24, dois restaurantes em João Pessoa foram flagrados por furto de energia elétrica.

 

O Centro de Inteligência do Departamento de Combate às Perdas da Energisa apontou grande variação no consumo do Restaurante Opção, no Centro de João Pessoa, onde o estabelecimento estava com a energia suspensa por falta de pagamento e se auto religou na rede. O segundo flagrante foi no Du Bistrô, em Manaíra, onde o restaurante estava com a energia desligada, sem medidor, e foi ligado diretamente na rede pelo proprietário.



 

Equipes da Energisa com apoio da Polícia Civil e o Instituto de Perícia Criminal (IPC) estiveram no local e constataram os desvios (gato de energia) nos estabelecimentos. Agora, após constatado o furto, a Energisa vai levantar quanto de energia foi desviada e por quanto tempo. Conforme previsto no Código Penal, art. 155, o furto de energia é crime e o responsável pode ser condenado de um a quatro anos de cadeia mais multa.

 

Importante ressaltar que o consumidor regular também é prejudicado com a prática dos ‘gatos’, pois parte do valor roubado é acrescido diretamente na tarifa mensal. Além do prejuízo financeiro, o consumidor pode ter a qualidade do fornecimento de energia prejudicada, já que a rede não foi dimensionada para suportar gambiarras podendo causar incêndios e choques elétricos. O cliente pode e deve denunciar, de forma anónima, furtos de energia, através dos 0800 083 0196, site e aplicativo Energisa On – Assessoria.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas